(41) 3324-1541
Voltar

Noticias

03/06 - Montadoras renovam habilitação ao Inovar-Auto

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) concede a renovação de habilitação no Inovar-Auto para um total de 25 empresas, entre montadoras fabricantes, investidoras e importadoras de veículos, com vigência de 1º de junho de 2015 a 31 de maio de 2016, conforme as portarias publicadas na edição de sexta-feira, 29, do Diário Oficial da União. Os pedidos de renovação foram protocolados até o dia 15 de abril passado, conforme exige a legislação, e concedidos a todos os 25 solicitantes, de acordo com as equipes técnicas do Departamento das Indústrias de Equipamentos de Transporte, da Secretaria de Desenvolvimento da Produção, e da consultoria jurídica, ambos atrelados ao MDIC.

De acordo com a legislação do Inovar-Auto, as empresas devem solicitar, a cada 12 meses, a renovação de suas habilitações para que possam manter os seus compromissos assumidos quanto aos investimentos em pesquisa, desenvolvimento, engenharia, realização de etapas fabris e cumprimento de metas de eficiência energética previstas pelo regime automotivo. Todas as empresas que tiveram suas habilitações renovadas terão até o dia 15 de abril de 2016 para apresentar novo pedido de renovação para os 12 meses seguintes, a partir de 1º de junho de 2016.

Das empresas que tiveram a habilitação renovada, 13 se encaixam na categoria fabricante. São elas: Caoa, FCA (Fiat Chrysler), Ford, General Motors, Honda, Mercedes-Benz, Mitsubishi (MMC Automotores), Nissan, PSA Peugeot Citroën, Renault, Suzuki (SVB Automotores), Toyota e Volkswagen. Todas elas terão o mesmo volume de importação para apuração do crédito presumido de IPI, limitado a 2,8 mil veículos entre 1º de junho e 31 de dezembro deste ano e de 2 mil unidades entre 1º de janeiro e 31 de maio de 2016. 

Seis fabricantes não importam veículos, mas renovaram sua habilitação a fim de não ter sobretaxados os produtos produzidos no País, caso de Agrale, Hyundai, Iveco, MAN Latin America, Scania e Volvo (caminhões e ônibus).

Já a SNS Automóveis, do Grupo SHC do empresário Sérgio Habib, que distribui oficialmente os veículos das marcas JAC e Aston Martin no Brasil, renovou sua habilitação como investidora, uma vez que mantém a intenção de construir uma fábrica no País, em Camaçari (BA). A empresa também terá o limite de importação de 2,8 mil veículos entre 1º de junho e 31 de dezembro deste ano e de 2 mil unidades entre 1º de janeiro e 31 de maio de 2016 para apuração do crédito presumido de IPI.

A FCA também se habilitou como importadora, uma vez que incorporou o Grupo Chrysler e todas as suas marcas (Dodge, Jeep e Ram) ao negócio no Brasil em linha com a estratégia mundial. Como importadora, a FCA poderá presumir o crédito de IPI para o limite de 2.568 unidades importadas entre 1º de junho e 31 de dezembro deste ano e de 1.835 veículos importados entre 1º de janeiro e 31 de maio de 2016. 

Outras quatro empresas também renovaram sua habilitação como importadoras, caso da Venko (VKN Motors), que após três anos de contrato com a Chery, de quem importava os veículos leves entre julho de 2009 e julho de 2012, passou a importar da China, sob um novo contrato com o Grupo Chery, seus comerciais leves da marca Rely e a máquinas agrícolas e de construção da marca Gehl, do Grupo Manitou Americas. A empresa terá cota de 2,8 mil veículos sem a sobretaxação do IPI importados entre 1º de junho e 31 de dezembro deste ano e de até 2 mil unidades importadas de 1º de janeiro a 31 de maio de 2016. 

A British Car, que importa modelos de luxo como Bentley e Bugatti, tem o limite de seis unidades entre 1º de junho e 31 de dezembro deste ano e de cinco veículos importados entre 1º de janeiro e 31 de maio de 2016. Já a Rising Imports Eireli, importadora com sede em Recife (PE) e que traz ao Brasil diversas marcas, entre SsangYong e BYD, poderá importar 62 veículos entre 1º de junho e 31 de dezembro deste ano e 44 unidades 1º de janeiro e 31 de maio de 2016. 

Por sua vez, a Volvo Cars renova sua habilitação como importadora, com limite de 1.561 veículos importados entre 1º de junho e 31 de dezembro deste ano e de até 1.114 unidades importadas de 1º de janeiro a 31 de maio de 2016 sem os 30 pontos porcentuais adicionais do IPI.


http://www.automotivebusiness.com.br/

Sobre as entidades

A Fenabrave-PR (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores – Regional Paraná) e o Sincodiv-PR (Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado do Paraná) são as entidades que representam a categoria da distribuição de veículos no Paraná.

Siga-nos

Contato

  • Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Estado do Paraná e Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores - Regional Paraná.

    Rua Visconde do Rio Branco, 1341 - Centro
    Curitiba - PR - 80420-210
  • (41) 3324-1541
  • fenabrave@fenabrave-pr.com.br
  • sincodivpr@sincodiv.com.br