(41) 3324-1541
Voltar

Noticias

14/10 - Recuperação no setor automotivo está prevista para 2º semestre de 2016

Agência Estado


A Fenabrave – Federação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores – sinalizou que espera uma leve recuperação na venda de veículos no ano que vem no Brasil, com uma retomada principalmente no segundo semestre.


A perspectiva de melhora, de acordo com o presidente da entidade, Alarico Assumpção Júnior, está ancorada basicamente nos resultados positivos do agronegócio brasileiro.


Ele lembrou que o setor agrícola foi cauteloso nos investimentos em 2015, o que deve gerar uma demanda reprimida em 2016 tanto por máquinas agrícolas como por caminhões para transportar a produção. “Não houve suficiente venda este ano, mas não se pode postergar muito. A frota está antiga”, disse em evento da Federasul (Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul), na capital gaúcha.


Ele informou que trabalha com uma projeção de crescimento entre 4% e 5% nas vendas totais de veículos em 2016, considerando todo o mercado automotivo doméstico. “Isso ainda é pouco”, reconheceu, acrescentando que, pelo menos, será possível “tirar um pouco a diferença” da queda acentuada de 2015.


Assumpção salientou que não se trata de uma previsão formal para 2016, já que o cenário político conturbado dificulta a tarefa de traçar metas de médio prazo. “O que é hoje pode não ser mais no final da tarde, quanto mais para amanhã. E isso gera uma desconfiança muito grande”, disse. Do ponto de vista econômico, ele considerou que o ajuste fiscal, embora amargo e limitador, é necessário para se sair “do marasmo” atual.


O presidente de Fenabrave aponta a retração do Produto Interno Bruto (PIB) e a falta de perspectiva de retomada da economia como principais fatores limitadores do mercado. Outro problema considerado crucial é a baixa confiança tanto do empresário como do consumidor, que recentemente vem sendo ainda mais afetada pelo cenário de instabilidade política.


As exportações têm sido levemente favorecidas pela desvalorização do real, mas que o mercado doméstico, pelo qual a Fenabrave responde, “tem feito um sacrifício desigual”.


A entidade espera uma situação um pouco mais favorável no final deste ano, motivada por uma questão sazonal – lançamento de novos produtos por parte das montadoras e consumidores mais capitalizados por conta do décimo terceiro. Nada que seja suficiente para mudar o cenário atual. Assumpção salientou que a Fenabrave mantém a previsão de queda de 23,8% nas vendas totais de veículos em 2015 ante 2014. (Agência Estado)

Sobre as entidades

A Fenabrave-PR (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores – Regional Paraná) e o Sincodiv-PR (Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado do Paraná) são as entidades que representam a categoria da distribuição de veículos no Paraná.

Siga-nos

Contato

  • Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Estado do Paraná e Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores - Regional Paraná.

    Rua Visconde do Rio Branco, 1341 - Centro
    Curitiba - PR - 80420-210
  • (41) 3324-1541
  • fenabrave@fenabrave-pr.com.br
  • sincodivpr@sincodiv.com.br